Palavras em inglês que têm a mesma pronúncia e significados diferentes

Algo essencial para evoluir sua prática com um novo idioma é adquirir vocabulário. Quanto mais rico, mais fácil fica a comunicação. Na sua busca por novas palavras na língua inglesa você irá se deparar com várias delas que são homófonas, ou seja, possuem a mesma pronúncia, mas a forma de as escrever e os significados são diferentes.

No português podemos muitos exemplos, como cauda (rabo) e calda (líquido doce), cerrar (fechar, terminar) e serrar (cortar com serra), houve (verbo haver) e ouve (verbo ouvir), entre tantos outros. Assim fica mais fácil de entender, certo?

Você verá abaixo alguns exemplos de palavras homófonas em inglês e as dicas para não se esquecer ou se confundir são: se atente ao significado, não decore; treine a escrita de cada delas para compreender as diferenças; tente as inserir em frases para completar o sentido.

Confira abaixo:

Palavras que melhoram a fluência no inglês

A junção de vários detalhes linguísticos conseguem indicar o nível de fluência que você tem na língua inglesa, principalmente o quão natural sua fala soa. Todo idioma possui termos que, quando utilizados, te aproximam da forma como os nativos se comunicam no cotidiano. Neste artigo vamos te apresentar as palavras de ligação!

Também chamadas de conectivos, essas palavras são utilizadas justamente para relacionar frases. Elas podem te ajudar a adicionar ou contrapor ideias, indicar uma causa, introduzir um assunto, entre outras funções. Nós as utilizamos o tempo todo enquanto falamos em português, por isso, será muito fácil de as entender e aplicar no inglês.

A seguir, listamos exemplos em português e inglês para você perceber como é fácil de usar. Selecionamos as mais úteis para você já colocar em prática!

 

  • Conectivos de adição

Inserem e conectam uma ideia à outra.

Besides = além disso

Ex.: She won’t mind if you’re late – besides, it’s not your fault. / (Ela não se importará se você estiver atrasado – além disso, nem é sua culpa).

Actually = na verdade

Ex.: Actually- “I did a test on Monday” Actually, it was on Tuesday. / (Eu fiz um teste na segunda. Na verdade, foi na terça).

Not only = não apenas

Ex.: Not only did he turn up late, he also forgot his books. / (Ele não apenas chegou tarde, como também esqueceu os livros).

Anyway = de qualquer forma

Ex.: I don’t need a car and I don’t have money to buy one anyway. / (Eu não tenho um carro e eu não tenho dinheiro para comprar um de qualquer forma).

 

  • Conectivos de introdução

Antecedem uma ideia ou introduzem outra relacionada ao assunto.

First / First of all = primeiro / primeiro de tudo

Ex.: First, make sure you have all the ingredients. / (Primeiro, tenha certeza que você tem todos os ingredientes).

By the way = a propósito

Ex.: By the way, Jeff called this afternoon and he wants you to call him back. / (A propósito, Jeff ligou essa tarde e ele quer que você ligue para ele de volta).

 

  • Conectivos de oposição

Indicam que a próxima ideia contradiz a atual.

Instead of = ao invés de

Ex.: Instead of complaining, why don’t we try to change things? / (Ao invés de reclamar, porque você não tenta mudar as coisas?)

In spite of = apesar de

Ex.: In spite of the storm, the plane landed safely. / (Apesar da tempestade, o avião pousou em segurança).

However = contudo

Ex.: Mining is a highly profitable industry. However,  there are certain risks involved. / (Mineração é uma industria altamente lucrativa. Contudo, há certos riscos envolvidos).

Even so = mesmo assim

Ex.: I had a terrible headache, but even so I went to the concert. / (Eu tive uma dor de cabeça terrível, mas mesmo assim eu fui ao show).

On the other hand = por outro lado

Ex.: My husband likes classical music. I, on the other hand, like all kinds. / (Meu marido gosta de música clássica. Eu, por outro lado, gosto de todos os tipos).

 

  • Conectivos de causa

Explicam e/ou dão razão para alguma circunstância.

Because = porque

Ex.: I almost missed my flight, because there was a terrible traffic jam on the way to the airport. / (Eu quase perdi o meu vôo, porque havia um congestionamento terrível no caminho para o aeroporto)

Due to = devido a

Ex.: He almost died due to lack of oxygen. / (Ele quase morreu devido a falta de oxigênio).

 

  • Conectivos de consequência

Indicam o resultado ou finalidade de uma ação.

In order to = a fim de

Ex.: We all need time in order to do our best work. / (Nós todos precisamos de tempo a fim de fazermos o nosso melhor trabalho).

So that = de maneira que

Ex.: I’ll go by car so that I can take more luggage. / ( Eu irei de carro para que eu possa levar mais bagagens)

So = então

Ex.: I was tired so I went to bed early. / (Eu estava cansada então fui para a cama mais cedo).

Therefore = por consequência

Ex.: The new boots are lighter , and therefore  more comfortable to wear. / (As botas novas são mais leves e por isso mais confortáveis para vestir/calçar).

 

  • Conectivos de condição

Condição de se fazer ou não fazer algo.

If/ if only = se/ se pelo menos

Ex.: We’ll have the party in the garden if the weather’s good. / (Nós teremos uma festa no jardim se o tempo estiver bom).

As long as = desde que

Ex.: My parents don’t care what job I do as long as I’m happy. / (Meus pais não se importam com qual trabalho eu faço,  desde que eu esteja feliz).

Otherwise = senão

Ex.: You should phone home, otherwise your family will be worried. / (Você deveria ligar para casa, senão sua família ficará preocupada).

 

 

Quanto tempo leva para aprender inglês?

Se você pretende estudar inglês ou está no começo do aprendizado, provavelmente já andou pesquisando quanto tempo leva pra aprender o idioma. As respostas para essa pergunta podem te levar a dois caminhos: do conhecimento ou das promessas sem fundamento.

Aprender a língua inglesa e poder se destacar nos estudos e no trabalho, é o sonho de milhares de brasileiros. Infelizmente, muita gente se aproveita disso para vender propostas que, bem lá fundo, você sabe que não fazem sentido. É compreensível que uma chamada dizendo “aprenda inglês em um ano” seja muito atrativa e faça muita gente pagar pra ver, mas cá entre nós, só é enganado quem se deixa enganar!

Quantas pessoas você conhece que iniciaram um curso e pararam no meio do caminho alegando que não estava vendo progresso, ou que perceberam que aquilo não era pra elas? Esse pode ser até mesmo o seu caso! Um dos fatores que levam a essa desistência é a frustração por não alcançar o nível desejado, no tempo que foi prometido.

            Afinal, quanto tempo demora pra aprender inglês?

Nós sempre gostamos de lembrar que a responsabilidade é 50% de quem aprende e 50% de quem ensina, ambos precisam estar comprometidos com os resultados. Existem metodologias capazes de acelerar o processo de aprendizado e o tornar mais eficaz. Em contrapartida, o aluno deve aproveitar ao máximo as aulas e as técnicas que mais funcionam com o seu estilo de aprender.

Por aqui, utilizamos o “Common European Framework” (CERF) – Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas – como orientação tanto para nível de proficiência quanto para o tempo estimado para atingir a proficiência em inglês. Confira abaixo:

O CERF foi criado por pesquisadores especialistas em ensino e aprendizagem de língua estrangeira. Este quadro é um padrão internacionalmente reconhecido. Lembre-se que essas são horas aproximadas e que existem variações de acordo com o tempo de exposição ao idioma, qualquer tipo de conhecimento prévio, objetivo do estudo, entre outros.

A dica é: conheça o método na prática. Peça para fazer aulas experimentais, busque a opinião de outros alunos e a reputação da escola. Entenda que este é um investimento que estará fazendo e que perder dinheiro nunca é uma boa ideia.